sexta-feira, 13 de maio de 2011

Van Halen: David Coverdale Fala do Polêmico Rumor Sobre Um Projeto Chamado de "Van Snake"

Fotos: Ross Halfin.
De Blog Van do Halen:

Em entrevista ao Guitar International, David Coverdale falou sobre o momento atual do Whitesnake, além de relembrar histórias do passado, como o polêmico rumor sobre um projeto com Eddie Van Halen, apelidado popularmente de Van Snake.

Você não se vê trabalhando com John Sykes novamente?

Não vejo motivos. É como alguém me perguntar se eu voltaria para minha ex-esposa. Está brincando? Não vê como estou feliz? Até aceitaria fazer algo de caridade, em frente a um monte de pessoas, mas só isso.

Com tantas bandas dos anos 1970s se tornando meramente nostálgicas, porque você continua lançando novos discos?

Se eu não lançasse, estaria no American Idol. Preferia ir para casa, ser um marido e cuidar do jardim. É por isso que trabalho com músicos tão inspiradores. Outra coisa incrível é quando espalhamos a notícia que estamos procurando novas pessoas para a banda. Os caras aparecem loucos para tocar “Still of the Night”, a música dos guitarristas de pau grande (risos). Isso me deixa muito satisfeito.

Como é lidar com a realidade atual, sem rádios Rock, canais de videoclipes e com compartilhamento de arquivos?

Não me desespero. Artisticamente, considero o último disco um grande sucesso. Nosso site chega a 200 mil acessos diários. A resposta dos críticos e fãs tem sido muito positiva. Cabe à gravadora disponibilizar o material. Como a tecnologia permite que façamos um álbum com 10% do preço de antigamente, só preciso vender um décimo em comparação ao passado. E consigo isso com o Whitesnake. Recentemente tivemos uma reunião de prestação de contas onde fiquei sabendo que estamos dando lucro e nossa popularidade aumentou bastante nos últimos cinco anos.

Como você quer que o Whitesnake seja lembrado?

Depende das outras pessoas. Não penso nisso. Entrei nessa pelas garotas, era algo de vaidade mesmo. Quando criança, sempre escrevi poesias e queria me expressar através delas. Era algo diferente do que meus amigos gostavam, então as guardava para mim. Assim que aprendi um instrumento, elas se tornaram letras de música. Depois ouvi o Blues pela primeira vez e me conquistou! Mas não sei como quero ser lembrado profissionalmente, apenas como bom pai e marido.

Você poderia nos falar sobre os rumores que correram nos anos 1990 de que você faria um projeto com Eddie Van Halen?

Não sei o quanto de verdade há nisso, mas foi alguém ligado ao Van Halen que lançou a idéia na internet. Fiquei muito bravo, já que estava semi-aposentado à época. Gosto de ser meu próprio chefe. Não falo com Eddie desde que ele foi até meu quarto de hotel em Londres, quando estava trabalhando com Jimmy Page. Ele bateu na porta e perguntou: "Jimmy está aí?" (risos). Depois se atirou de joelhos diante de Page, perguntando como ele tinha feito isso e aquilo. Foi algo doce e gentil. Depois ele foi direto para o meu mini-bar, e eram recém dez da manhã.

Nenhum comentário:

Postar um comentário