sábado, 19 de março de 2011

Van Halen: Billy Sheehan no Van Halen

Billy Sheehan & Seu Gato Spooky.


O site Examiner.com conduziu uma entrevista com Billy Sheehan que tocava baixo nos dois primeiros LPs solos de David Lee Roth. Listamos o conteúdo Van Halen abaixo:

Considerado por muitos como o Eddie Van Halen no baixo, Billy Sheehan iniciou sua carreira musical no final dos anos 70 com o trio Talas na cidade de Buffalo, baseado no rock, em seguida, se juntou com o vocalista original da banda Van Halen, David Lee Roth em meados dos anos 80 por dois álbuns que ganharam platina por muitas vendas. Depois de romper com o Diamond Dave, Sheehan formou o Mr. Big em 1988. Mais conhecido por sua balada hit "To Be With You", que foi o número um em 15 países incluindo os EUA em 1992, o Sr. Big separou-se uma década mais tarde, mas em 2009 a programação inicial para uma turnê massiva começava pela Ásia e Europa.
O Mr. Big: Billy Sheehan (Baixo), Pat Torpey (Bateria), Eric Martin (Vocal) & Paul Gilbert (Guitarra).

No início deste mês, a banda lançou o álbum What If ..., o primeiro álbum em 15 anos quando os roqueiros decidiram se reunir novamente, que de imediato foi ouro no Japão após o lançamento. Falei com Billy, enquanto ele estava na indústria de produtos de música, na The NAMM Show, em janeiro sobre o novo álbum, o seu longo relacionamento com o Japão, e os planos futuros do Mr. Big e de turnês.
Mr. Big - What If... (2011).

Se você tivesse uma lista de desejos dos grupos que você poderia participar em turnê, quem seria?

Bem, nós fizemos muitas turnês com Rush nos velhos tempos, uma turnê com o Rush seria ótimo, porque são essas pessoas maravilhosas. Eu realmente não conheço muito bem antes de uma turnê com eles, mas para conhecer os caras do Rush, eles são simplesmente maravilhosos, pessoas maravilhosas. Nós também excursionamos com o Bryan Adams, que foi muito legal também, porque ele tem um zilhão de hits, e isso foi muito divertido, também, uma grande turnê.
Billy Sheehan, Jaco, Tim Bogert & Jeff Berlin - Verão de 1985.

Geddy Lee, Jeff Berlin & Billy Sheehan durante a Tour Presto do Rush em 1989.

Alex Lifeson, Geddy Lee & Billy Sheehan tomando umas bebidas em um bar de Londres, Inglaterra, em 1990.

Billy Sheehan abraçando Geddy Lee.

 
Billy Sheehan, Geddy Lee & Alex Lifeson durante uma Cerimônia Awards.

Rush & Mr. Big: Juntos.

Billy Sheehan explicando uma técnica particular para Bryan Adams - Ele agradeceu por isso mais tarde.

Ian Paice (baterista do Deep Purple) & Billy Sheehan.

Yngwie Malmsteen & Billy Sheehan.

Billy Sheehan, Steve Harris & John Entwistle.

Você também já tocou com o Aerosmith.

Nós fizemos alguns shows com eles na Europa e eles eram realmente bem-sucedidos; bom punhado de gente, também. Sim, eu não sei, talvez o Mr. Big e um par de outros tenham também; Tesla, talvez, ou Cinderela, ou caras como esse, nossa geração de bandas. No fim das contas, não é tanto uma preocupação além do fato de que só queremos tocar.
 
Tom Hamilton (baixista do Aerosmith) & Billy Sheehan (baixista do Mr. Big) no backstage da Turnê Européia do Aerosmith e Mr. Big.


Mr. Big.

Há sempre Van Halen, certo?
 
[Risos] Isso seria bom.
 
Você já falou com David Lee Roth desde que ele voltou com o Van Halen em 2007?
 
Não, desde então, eu falei com ele pouco antes disso. Ele ainda é o meu herói, você sabe? Eu ainda amo Dave, e eu continuo a olhar para trás no disco e tour Eat ’Em and Smile (1986) e dias como uma das melhores coisas que já me aconteceu.
David Lee Roth: Gregg Bissonette (Bateria), David Lee Roth (Vocal), Steve Vai (Guitarra) & Billy Sheehan (Baixo) em 1986.

Este ano marca também o 25 º aniversário do lançamento do disco Eat ’Em and Smile’s (1986). Já houve qualquer plano para reformar o grupo, com ou sem Dave?

Não que eu saiba. Talvez alguns falam que foi gerado e que eu não ouvi falar. Não houve nenhum plano, mas é algo que eu mantenho uma vela acesa, sabe? Mesmo que fosse apenas três ou quatro shows, oito ou dez shows, que seria apenas uma revolta, porque todos nós, eu, Steve Vai e Gregg [Bissonette], nós ainda somos amigos muito próximos, e as histórias que contamos a partir desses dias são simplesmente incrível. E todos nós amamos o Dave, ele era o homem. Ele foi o maior astro de rock do mundo quando estávamos a trabalhar com ele, e isso foi apenas uma viagem incrível.

David Lee Roth - Eat 'Em and Smile (1986).

O que você acha da química no Van Halen agora que o filho de Eddie, Wolfgang, está no baixo? Você viu-os na turnê?

Você sabe, eu não fui. Para mim, sem ofensa, eu amo o Ed, Al e Dave, mas para ver Mike [Anthony] não existe tipo de cara que toque pouco, e eu tenho certeza de que Wolfie é um grande baixista, um músico fino, e um bom garoto. Mas eu sou fã, e quero ver a programação original, sabe? Foi triste ver que Michael não estava lá. Eu não sei, eu vi algumas imagens de vídeos e áudio bootlegs, e ele pareceu muito bom. Eddie estava a matar, e a voz de Dave estava em grande forma. Dave estava realmente matando no show que eu ouvi, e Wolfie tocou baixo muito bem. Mas é apenas um fato de que eu teria que realmente estar lar e ver Michael lá em cima.
Wolfie & Eddie Van Halen durante a Turnê de Reunião 2007/2008.

Eu fui a um show no Madison Square Garden, mas algo estava faltando.

Devastador, devastador. Mais uma vez, desejo-lhes bem e é ótimo para Wolfie, ele é filho de Ed, então isso é ótimo. Eles estavam procurando alguém para tocar baixo, e eu recebo a ligação. Mas, você sabe, Michael é um baixista fantástico e um grande vocalista, e ele era o cara, né? Esperemos que, quem sabe o que o futuro pode trazer.
O Clássico Van Halen.

Como foi quando Talas, sua banda, abriu para o Van Halen em sua turnê de 1980?

Era como um Ph.D. no show business. Quero dizer, nós começamos a ver algumas coisas que nós não tivemos nenhuma idéia, você sabe, que o show business é trabalhado dessa forma. E nós vimos [Van Halen] de forma consistente e incrível, que em sua pior noite eles foram meramente espetaculares, esses caras [risos], era como uma operação militar. Eles se levantavam e batiam nesse estágio, e o homem-máquina que iria chutar, surpreendente. A partir das aberturas para as brincadeiras entre as músicas, a narração de Dave e o espetacular Eddie, a banda inteira, o sulco e, oh, ele foi simplesmente incrível. Eu olho para trás como um dos mais sortudos e coisas que já aconteceu, nós abrimos para os shows com cerca de 30 ou 40 em 1980-oh, Deus, foi incrível. Eu vim de fora dessa tour, e nem sabendo muito mais sobre como é trabalhar com eles [risos], eu jamais poderia ter imaginado que seria comigo mesmo.


A banda Talas abrindo um concerto para o Van Halen em 1980.

Como você foi escolhido para abrir a turnê?

Havia uma mulher chamada Barbara Skydel com um Premiere Talent, em Nova York, um agente de reserva, que resolveu chamar uma grande quantidade de bandas grandes para abrirem os shows do Van Halen e The Who. Nós apresentamos para eles em Nova York para que se tornassemos nossos agentes e reservarem shows conosco. Desconhecido para nós, eles enviaram a nossa fita demo para o Van Halen, que queria uma espécie de banda de abertura desconhecida, mas alguém que não vai, você sabe, explodir. E eles disseram que sim, não tínhamos idéia de que estávamos mesmo indo até eles! Assim, o guitarrista do Talas [Dave Constantino] puxou-me para participar de um show e ele tinha uma garrafa de champanhe com ele ... ele deu a notícia, que me apavorou. Quando fizemos a apresentação, eles foram realmente muito legais conosco, eles nos deixaram fazer um par de encores e fizemos muito bem em frente da multidão. Para este dia, eu recebo e-mails de pessoas que viram esse show.
Talas: Paul, Dave & Billy Sheehan tomando umas bebidas depois de um show em Buffalo.

Leia a entrevista completa em Examiner.com.

Billy Sheehan & Encontros com os Van Halen's (Fotos):
Billy Sheehan com o Van Halen no Backstage, Rochester, NY 1984.

Billy Sheehan aproveitou o passeio, e levou a irmã de um amigo seu no backstage para conhecer Ed - Os dois tinham o mesmo tênis!

Billy Sheehan (Baixo), Steve Lukather (Guitarra), Ed Van Halen (Guitarra) & Pat Torpey (Bateria) ensaiando para o show beneficente de Jason Becker em Chicago, Illinois, 1996.

 Billy Sheehan & Eddie Van Halen em 1997.

 Steve Lukather, Ed Van Halen & Billy Sheehan em 1997!

 
 Billy Sheehan, Zack Wylde, Ed Van Halen & Steve Lukather esperando que algo aconteça em 1997.

 Ken Hensley, Michael Anthony, John Entwhistle & Billy Sheehan.

 Billy Sheehan & Michael Anthony.


Gary Cherone (Extreme/Van Halen) Billy Sheehan & Doug Pinnick (Kings X) durante a The NAMM Show.

Um comentário:

  1. Belas fotos, Humberto.

    Algumas são bem emocionantes mesmo!

    Parabéns a você e ao Sheehan.

    ResponderExcluir