sexta-feira, 6 de agosto de 2010

Van Halen: Sammy Hagar Vende Participação Remanescente do Cabo Wabo Tequila

Sammy Hagar vendeu sua participação remanescente do Cabo Wabo Tequila, em comparação, a empresa cintinua ainda com os mesmos 80% que tinha em 2008. Hagar ainda tem o Cabo Wabo Cantina.
 
De TradeNewsOnline.com:

Campari obtém a propriedade plena do Cabo Wabo Tequila
Por Peter Zwiebach

O Gruppo Campari da Itália obteve a propriedade plena do Cabo Wabo Tequila após a aquisição da participação de 20%, e também de não conseguir obter as outras partes do músico Sammy Hagar e associados. No final da semana passada, a Campari concordou em pagar US $ 11 milhões para o restante, enquanto que um número estimado de earn-out de $ 4 milhões deverá ser paga aos vendedores, dentro dos próximos três anos. 

A Campari inicialmente adquiriu uma participação de 80% no Cabo Wabo em 2008, por US $ 80 milhões. Desde então, Hagar, ex-membro da banda de rock Van Halen, atuou como um embaixador da Tequila ultra-premium, que fundou em 1996. Como parte desse acordo, a Campari foi concedida a uma oportunidade de comprar a participação restante a uma data posterior. 

Com a Tequila high-end de grande afluência nos últimos anos, impulsionada pelo crescimento explosivo da Patrón, parecia como se tivesse Cabo Wabo upside considerável. No entanto, em meio às dificuldades econômicas dos últimos dois anos, o impulso do ultra-premium do segmento de bebidas diminuiu, e Cabo Wabo não decolou. No ano passado, a marca vendeu 56.000 casos, contra 12,5% em relação ao ano anterior. Ele faz a maioria de seus negócios nos E.U.A, onde é comercializada pela Skyy Spirits, uma subsidiária da Campari. 

Hoje cedo, a Campari anunciou que suas vendas cresceram 16,7% para 515.700.000 € ($ 678.7m) para o primeiro semestre de 2010. O crescimento orgânico foi responsável por pouco mais da metade desse aumento, enquanto a adição de Wild Turkey (cuja aquisição foi finalizada em maio de 2009, perto do final do primeiro semestre do ano passado) foram responsáveis por pouco mais de um terço do crescimento das vendas. O restante foi atribuído a efeitos da taxa de câmbio.

Nenhum comentário:

Postar um comentário