domingo, 25 de julho de 2010

Van Halen: The Mosh Pit - Van Halen & Van Halen II

De: 411Mania.com:

Por: Dan Haggerty 

The Mosh Pit: Van Halen & Van Halen II 

Running With The Devil

Eddie e Alex Van Halen começaram a sua carreira musical humildemente como crianças na década de 60. Eddie tocava bateria e Alex tocava guitarra. Isso soou um pouco estranho até que isso chegou em um fim, de acordo com Eddie, Alex ficou melhor que ele em sua bateria, assim um dia ele simplesmente desistiu e disse a Alex "OK, eu vou tocar guitarra". Essa seria uma decisão que iria funcionar muito bem.Eles formariam um grupo chamado Mammoth com um cara chamado Mark Stone no baixo e Eddie como o cantor também. Eles fizeram audições para o papel de cantor, mas não estavam contentes com as eliminatórias. Isso incluiu uma audição com David Lee Roth. Eles convidaram Roth à banda, quando Dave estava alugando um estúdio e um sistema de som. Essa fase acabaria em 1974, quando a banda descobriu que outra banda já estava fazendo o uso do mesmo nome de Mammoth. Ao mesmo tempo, eles substituíram Stone por um baixista / vocalista, chamado Mike Anthony. Com a linha clássica até agora em vigor e uma mudança de nome para o sobrenome dos irmãos, as coisas começaram a rolar entre os jovens na banda de Pasadena.Assim começou uma campanha de apresentações ao vivo em qualquer show que podiam e impiedosamente promovendo-se a pé e entregando os panfletos. De clubes, de festas, escolas de ensino médio para o Studio Sunset Strip, a banda trabalhou duro para conseguir impulso. Depois de gravar uma fita demo no Cherokee Ranch Studios, tornaram-se mais famosos e logo depois faria também o Sunset Strip ficar mais famoso. Eles não sabem, mas eles estavam lançando as bases para o que seria o marco zero da revolução hair metal para vir, algo que a banda nunca ironicamente era (apesar dos desejos dos produtores de vídeo ou imagem de Dave).Em 1977, Paul Stanley viu o Van Halen tocando e rapidamente chamou Gene Simmons (KISS), para verificar e ver a banda. Bem, ele chamou Simmons para vê-los e outra banda (já extinta), que ironicamente teve George Lynch tocando guitarra (que mundo pequeno). Gene gostou da banda e imediatamente após o show deu passaporte de avião a Nova York, para que eles possam assinar o contrato com a empresa e gravar uma demo. As coisas de lá pra cá, começaram a se desmoronar, ironicamente. Eddie não gostou da gravação da demo que fizeram com Simmons, devido ao equipamento. Simmons queria mudar o nome da banda para "Daddy Shortlegs" (a sério, que merda), e o golpe final veio quando o gerente do KISS veio e disse "... não há chances de assinarmos com eles ".Assim, em um dos negócios mais estúpidos da história da música, Simmons deixa a banda passar.
E, claro, hoje, ele tem créditos por terem descobridos.

Mas a boa notícia é que a banda assinou com a Warner no mesmo ano, após um de seus gestores virem eles tocarem. Na verdade, eles tem assinatura e agendamento para tocarem no estúdio Sunset Sound Recorders em meados de setembro, depois de vê-los tocarem ao vivo mais uma vez. Gravaram uma demo, e em seguida, foram para o estúdio adequado. Aqui, Eddie encontrou o equipamento que ele queria e ainda tinha a gravação que ele queria.
E o resto é, como dizem, é história. A partir daqui podemos pegar a história através dos álbuns ... 


Van Halen (1978) E com o som de um trem de carga passando e um coração grande do Van Halen, o ouvinte com um novo ouvido e estado de técnica de som do hard rock e que mais tarde serveria como idéia para o Aerosmith em uma nova geração de apostadores. Uma explosão vital de som que é indiscutivelmente a maior estréia de todos os tempos (entrando ao longo do tempo contra o Boston e Guns N 'Roses), que é o conceito de banda de rock de arena, a capa com um vocalista com mais arrogância do que legal, um guitarrista quebrando regras da esquerda e da direita, o baixista acima dos limites, e os tambores começando a disparar como se fossem rajadas de tiros. Black Sabbath estava com medo dessa nova geração, Deep Purple ensinando os seus filhos a tocarem guitarra, Aerosmith em festa com eles, o padre teve seus amigos pisando em terras proibidas, em seguida, o Van Halen aparece para beber a sua cerveja com suas irmãs.A banda foi inspirada na banda Montrose, que também estreiava com seu disco auto intitulado, e eles sairam para fazer um álbum desse tipo, foram tão longe até conseguirem o mesmo produtor (Ted Templeman), e onde conseguiram manter um orçamento baixo do disco em pouco tempo. O que você tem é um álbum de rock honesto e real que possui uma grande banda, deixando tudo para trás, para sairem e tocarem em shows. Com a energia e a experiência, chegou então, a hora da banda mostrar o seu novo álbum, com um som forte e poderoso. Essa coisa foi uma revolução em vinil e essa revolução foi transmitida para outras bandas.As faixas são como mini-indicações sobre a banda. Como, a música "Running With The Devil" - basicamente uma melhora e atualizada no riff-show, como o Black Sabbath costuma fazer em suas músicas. "Jamie's Crying" - consegue ser um rocker festa e sem se sentir como parte do mesmo. "Atomic Punk" - redefine a forma e brilho de uma energia atômica, disse Eddie nos anos 80, quando também falou sobre a indústria da música. Falando de si mesmo, "Eruption" - é sem dúvida o solo de guitarra mais famoso de todos os tempos. Eddie fazendo a arte de tocar mainstream enquanto institucionaliza o seu amor de solo, tocando da esquerda para a direita, centro e sem o ritmo de vista (ou mesmo da banda). Atire nos Kinks por "You Really Got Me" - (previsão de uma tendência que não iria desaparecer até 1984), e a arrogância do estilo blues em "Ice Cream Man" (Eddie tocando tudo e Roth "brincando de tocar violão errado ", onde Dave aprendeu várias escalas com Eddie).A partir daí, nasceria duas grandes raízes de duas eras diferentes (marcada por dois cantores diferentes), começando aqui, por reacender um rock and roll na cena à espera da próxima fase, e logo em seguida, substituir o punk, para melhor ou para pior, anunciando a gravação de um novo disco no Sunset, e que tomaria novamente a cena nos anos 80.

1979

O ano era 1979, e foi desaparecendo o metal na década. Certo? Errado! Nós podemos ver várias outras bandas, como Overkill, Motorhead, AC / DC, Led Zeppelin, Judas Priest, e Van Halen!

[... Recorte ...]
 


Van Halen II (1979) A continuação de que temos da estréia, talvez um pouco mais previsível, já que este segue basicamente as mesmas regras de todo o caminho percorrido da música cover antes. Mas realmente, quando você tem um estilo, e este estilo é novo e quente, por que você iria se desviar? O Van Halen estava com uma idéia nova e uma força de música agora, o novo disco foi aprovado e este, é visivelmente diferente do disco da estréia, principalmente devido ao som de um trabalho de produção muito diferente e estilo de banda de rock.Você ganha mais baixo novamente nas "pancadas" de Bottoms Up! ", Enquanto em " Somebody Get Me A Doctor " os riffs e efeitos combinam com Eddie. "Beautiful Girls" e "Dance The Night Away" parecem aquelas músicas de rádio que são tocadas em algum lugar na América. "DOA" é apenas um chute no seu trazeiro.Em uma era de incertezas, existia uma energia e esperança para o Van Halen que é contagiosa e que é intangível. Eddie correndo e pulando pelo palco com sua guitarra, Roth dando gritos e pulos para o alto, e a banda caminhando para o auge do sucesso.Esta é apenas uma continuação da estréia, mas ainda não é esse álbum. Esse álbum tem menos impacto, mas de muitas maneiras estava no comando da época. Bons tempos, de fato.

Um comentário: